Google+ Badge

quarta-feira, 24 de julho de 2013

(MOTO) Explorando o Pampa Gaudério

Nossa primeira viagem motociclística pela região dos pampas gaúchos ocorreu em junho de 2011, nesta ocasião, fomos impulsionados pela respeitável cavalaria da Hayabusa, vulgo Falcão Peregrino, para conhecer parte do lindíssimo pampa gaudério, como: Piratini-RS, Pinheiro Machado-RS, Aceguá-RS e Candiota-RS. Com destaque para o centro histórico farroupilha de Piratini, a fronteira Brasil/Uruguay em Aceguá e a Usina Termelétrica Presidente Médici em Candiota. Na BR-293, rodovia que leva a estes municípios, encontram-se muitas retas, nelas pudemos brincar bastante com o Falcão Peregrino, enrolando o cabo, é claro. Numa dessas brincadeiras, como a Mari estava de mochila, o vento forçou a abertura desta fazendo com que nós quase perdêssemos nossos documentos, além de proporcionar a Mari uma sensação de que ela estivesse voando de paraglider, isto é, devido ao efeito de arrasto causado pelo vento sobre a mochila dela hehehehehe.


Dados da primeira viagem: Distância percorrida de aproximadamente 750 km em 1 dia.

Nossa segunda viagem motociclística aos pampas gaudérios aconteceu em dezembro de 2011 e visitamos apenas Piratini-RS, a primeira Capital Farroupilha. Desta vez, fui pilotando a Suzuki Bandit 1250S, vulgo Bandidona, uma motocicleta que consegue unir o antagonismo de enrugar e levitar sobre o asfalto tendo muita estabilidade e proporcionando um maravilhoso conforto piloto/garupa. Nesta aventura estávamos acompanhados do amigo Giuliano Bertoldi Lourenzo e queríamos conhecer o tão badalado e comentado centro de banho, esportes e lazer da cidade, o Balneário Municipal. É um lugar destinado a pessoas que procuram tranquilidade, atividades desportivas, sombra e água fresca. Muitos moradores e turistas levam chimarrão ou fazem piquenique a beira do Rio Piratini. Um lugar muito bonito que vale a pena ser incluso na lista "Lugares para Conhecer". 


Dados da segunda viagem: Distância percorrida de aproximadamente 325 km em 1 dia.

Sobre Piratini-RS: Piratini ou Piratinin (denominação primitiva) na língua tupi-guarani significa "peixe-barulhento". O início do povoamento data de 1789, com 48 casais de açorianos. Os primeiros povoadores, ao chegarem, estabeleceram-se no local denominado Capão Grande do Piratini e fundaram uma capela em honra a Nossa Senhora da Conceição, no atual local onde existe a atual igreja da cidade. Desde então ela é a padroeira do município. No cenário político do país, Piratini tornou-se célebre durante a Revolução Farroupilha, por ser a capital da República Rio Grandense. Nas centenárias "ruas" ressoaram as esporas ao tropel dos corcéis farrapos. Conserva ainda hoje, em suas ruas, os casarões da época do povoamento e da revolução, tais como o Museu Histórico Farroupilha, a Igreja Nossa Senhora da Conceição, o Palácio da República Rio Grandense, o Sobrado da Dorada, a Casa da Camarinha, sendo esta a primeira residência da cidade, construída no final século XII; entre outros.

                                                        Primeira Viagem

Piratini-RS
Piratini-RS
Piratini-RS
Piratini-RS
Ponte do Costa, Piratini-RS, RS-702.
Ponte do Costa, Piratini-RS, RS-702.
Pinheiro Machado-RS
Estávamos cansados de tanto correr e resolvemos andar mais devagar
Aceguá-Uruguay
Usina Termelétrica Presidente Médici, Candiota-RS
Usina Termelétrica Presidente Médici, Candiota-RS
Muito frio na BR-293 durante a noite.
Pedágio na BR-116 entre Pelotas-RS e Rio Grande-RS
                                                      
                                                        Segunda Viagem


BR-293
BR-293
RS-702
Ponte do Costa, Piratini-RS, RS-702.

Fazendo um lanche, Piratini-RS
Piratini-RS
Piratini-RS
Balneário Municipal, Piratini-RS
Balneário Municipal, Piratini-RS
Balneário Municipal, Piratini-RS
Balneário Municipal, Piratini-RS
Balneário Municipal, Piratini-RS
Mari, eu e o Giuliano no Balneário Municipal, Piratini-RS
Balneário Municipal, Piratini-RS
Represa do Rio Piratini, Balneário Municipal, Piratini-RS
Eu e as potrancas no Balneário Municipal, Piratini-RS
Eu e a Bandidona no Balneário Municipal, Piratini-RS
Saída do Balneário Municipal, Piratini-RS
Saída do Balneário Municipal, Piratini-RS
Saída do Balneário Municipal, Piratini-RS



(MOTO) Viagem de Lins-SP a Rio Grande-RS

Esta viagem de 4 dias transcorrida em maio de 2011 teve um objetivo material, ou seja, a busca do Falcão Peregrino, a Suzuki GSX 1300R Hayabusa, em Lins-SP. Todavia, Eu e a Mari conseguimos aproveitar um pouco as belezas naturais e arquitetônicas dos lugares os quais passamos. Esta viagem foi feita em 4 fases, a primeira e a segunda fase foram feitas em um dia. A primeira fase foi a nossa viagem de ônibus saindo de Rio Grande-RS em direção a Porto Alegre-RS. Na segunda fase, fomos em direção ao Aeroporto Salgado Filho pegar o avião que teria escala Porto Alegre-RS/Campinas-SP e Campinas-SP/São José do Rio Preto-SP. Chegamos e dormimos em São José do Rio Preto-RS. No dia seguinte, na terceira fase, ganhamos carona do proprietário da Hayabusa, o Waldemir, em direção a Lins-SP, conforme o combinado. O Waldemir nos levou diretamente na concessionário Suzuki Certo Motos para avaliar a sua Hayabusa, avaliamos, fechamos o negócio, almoçamos com ele e sua família e eu e a Mari já partimos para finalizar a quarta e última fase que seria voar de moto de Lins-Sp a Rio Grande-RS, como pode ser visto no roteiro, nas fotos e no vídeo logo abaixo.

Roteiro de viagem
Aeroporto Salgado Filho, Porto Alegre-RS
Aeroporto Salgado Filho, Porto Alegre-RS
Voando em direção a Campinas-SP
Visão aérea de São José do Rio Preto-SP
São José do Rio Preto-SP
Falcão Peregrino
Falcão Peregrino
Falcão Peregrino
Minha ex-Hayabusa na concessionária
Minha ex-Hayabusa na concessionária
Minha ex-Hayabusa e a nova Hayabusa do Waldemir
Minha ex-Hayabusa e a nova Hayabusa do Waldemir
Eu e o Waldemir ex-proprietário da minha ex-Hayabusa
Serra de Ocauçu, Ocauçu-SP, Rodovia Transbrasiliana, BR-153
Serra de Ocauçu, Ocauçu-SP, Rodovia Transbrasiliana, BR-153
Serra de Ocauçu, Ocauçu-SP, Rodovia Transbrasiliana, BR-153

Divisa entre os estados do Paraná e Santa Catarina
Trem de Ferro e Museu Histórico do Contestado, Irani-SC
Irani-SC
Terras gaúchas
Terras Gaúchas
Terras Gaúchas
Soledade-RS
Soledade-RS
Paradouro Grill, Cristal-RS
Paradouro Grill, Cristal-RS
Paradouro Grill, Cristal-RS
Paradouro Grill, Cristal-RS
Pedágio na BR-116 entre Pelotas-RS e Rio Garnde-RS